terça-feira, 13 de março de 2012

D.O.P.A.M


Esse é Macho!

Queridas amigas, companheiras, acionistas majoritárias e demais membros do conselho, nós sabemos que só mulheres lêem este blog com, quem sabe, uma ou outra espichada de olho do maridão pra conferir se é isso mesmo. E isso me incomoda, não porque eu tenha a intenção de tê-los mais perto de mim, pelo contrário, sou espada, mas simplesmente porque a linguagem primitiva e tosca do hominídeo paterno pode contribuir de maneira espetacular para que a experiência da maternidade seja compreendida de fato.

Ainda que a mulherada esteja dominando o mundo e que as produções independentes sejam cada vez mais numerosas, nunca, nunquinha nessa vida, elas se tornarão mães sem que dependam de nós. Isso é fato e mostra pra muitas a fragilidade do conceito de independência. Vocês podem tentar de tudo, mostrar foto dele no bloco das piranhas caracterizado de viúva Porcina, vídeo dele recebendo dinheiro e guardando na cueca, cuspindo em mendigo, batendo em velhinha, o diabo, não importa: eles um dia irão querer saber quem é seu pai. Se vão gostar dele ou não, são outros quinhentos, mas a necessidade de saber a fábrica de onde nossas peças saíram é inerente ao ser humano e mais forte, pra desespero daquelas que tentaram de tudo para transformá-lo num crápula.

Após esta rápida introdução, que pode ser definida como uma mistura de linguagem coloquial e lição de moral, farei o que de fato iria fazer: começo hoje a organizar o D.O.P.A.M – Dicionário Oficial do Pai Macho que vai dar os verdadeiros significados daqueles termos estranhos ao mundo machosférico e que, por vezes, as mulheres utilizam como código para que vejam se estamos por dentro do que se passa com nossos filhos. Esta compilação, como todas vocês já sabem, serve somente aos líderes de manada, machos dominantes, que não comem mel, mastigam abelha, que não tomam leite, torcem a vaca, que não compram calabresa de jeito nenhum e, por fim, saem correndo quando avistam uma barata. Seguirei a ordem dos acontecimentos e avançarei com os termos conforme a idade. Peço que me enviem contribuições de termos, para que eu possa ressignificá-los de acordo com o DOPAM.

MECÔNIO: são as primeiras fezes do bebê. Uma espécie de graxa, sei lá, um sabão pastoso neutral, uma geleca. Depois você vai sentir saudades dela pois não tem cheiro.

COLOSTRO: Chopp sem colarinho. É uma saladinha antes de entrar na feijoada.

PEGADA: faz o seguinte: pega o desentupidor da pia, coloca no mamilo do seu marido, aperta e puxa. Ele vai entender.

FUNCHICÓRIA: cachaça em pó, uma espécie de maravilha curativa. Serve pra tudo, da cólica ao mau-olhado, da frieira ao verme.

BICO DE SILICONE: Se o peito é, o bico deve seguir o padrão sob o risco do nenê perder a pega.

NANA NENÊ: livro onde o capeta, junto com belzebu e o cramulhão, ensinam como fazer seu filho dormir.

Depois tem mais edições. Aguardo as sugestões.

20 comentários:

  1. Bom...Penso que não devemos opinar sobre algo que não vivenciamos. Então, vou ficar de bico calado porque não sou mãe e entendo bulhufas do universo materno. Vale dizer que admiro as mães que exercem essa sublime missão com dignidade, dedicação e coragem. Aprecio os homens que também exercem a paternidade plena - assim como o Cappelli - que reserva um pouco do seu sagrado tempo para agregar informações relevantes aqui. Tomara que mais sugestões sejam enviadas! Abs, Jemima.

    ResponderExcluir
  2. Berrei de rir! uhauhhuahahuahuahuhauhua... e recomendei, claro! rsrs... Aguardo as próximas edições!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Mari!

      O suspense é a arma do negócio rsrsr

      Excluir
  3. Muito boa essa sua idéia (eu diria tentativa) de reunir aqui mais machos...rs...mas nós somos mesmo a maioria...mas posso te dizer que meu marido lê e gosta dos seus posts...rsrs

    com certeza esse tb será encaminhado pra ele...aguardemos o retorno!

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, tal qual Tim Maia espero então um retorno...

      Excluir
  4. Só tenho a declarar que conheço muitos desses fatos, porém como tia (melhor coisa que existe). Visto assim com a visão de um pai, vou te dizer que estou pensando 10 vezes se vou passar por isso, como mãe é claro...lembrando que é apenas o começo kkkk

    Boa sorte, paciência, persistência e tudo mais que um pai precisa ter kkkk

    Bjs
    Anna (Lena)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lena, isso aqui é o melhor espanta bebê que tem rsrsrsr.

      Excluir
  5. Algumas sugestões: cueiro, moisés, conjunto pagão... Sõ pra começo de conversa.

    bj

    ResponderExcluir
  6. ahuahuaauhauhauhauhauahuahauhau vc como sempre me mata de rir!!!
    Dá pra publicar a próxima edição amanhã???

    demais!!!

    ResponderExcluir
  7. Quando sai a próxima edição, hã?
    Adorei a definição de funchicórea. Bem por aí mesmo.

    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, a Copa do Mundo só é interessante porque acontece de 4 em 4 anos kkk

      Excluir
    2. Essa Dani é ótima! Também quero saber quando sai a próxima edição e prazer, tb chamo Dani... Dani Castro

      Excluir
  8. Toda vez que venho aqui tenho que disfarçar pro chefe não perceber que estou me escangalhando de rir... Ai ai!!!
    Claro que vou passar para marido (tricolor doente) ler!!!
    Vou adorar as próximas edições!!
    bj

    ResponderExcluir
  9. segundo meu marido (que lê seus posts!), meconio é a graxa de fábrica pro intestino nao grudar enqto esta fora de uso dentro do utero!

    ResponderExcluir
  10. AMEI o conceito do "Nana nenê" que não me ajudou em nada a fazer a Sophia pegar no sono... Parabéns pela linguagem de fácil compreensão!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom post, ótimas definições...é bem por aí mesmo.
    Só não entendi o bico de silicone, eu amamentei em livre demanda tranquilamente mesmo tendo próteses.
    Bjo também estou no aguardo.

    ResponderExcluir
  12. Uma sugestão também é a concha de amamentacão.

    ResponderExcluir